Publicado por: marcospauloteixeira | Janeiro 5, 2009

Padre Botros x ISLÃ

imagesO Desafio de Padre Botros

Zakaria Botros é um astro de TV conservador com altos índices de audiência. Ele é ainda mais odiado por seus inimigos políticos que Rush Limbaugh e Hillary Clinton juntos, se você conseguir acreditar. Um jornal já o rotulou: “Inimigo Público número um”.

Então porque você não ouviu falar nesse cara? Provavelmente porque você não assiste televisão em árabe. No canal AL-Hayat, ou “TV da Vida”, você encontrará o Padre Botros, um padre copta, discutindo teologia de uma forma que constrange – e enfurece – os líderes muçulmanos. Sua fala na televisão está levando não só a conversões em massa, mas à perda de poder do Islã radical.

Recentemente, no “National Review Online”, Raymond Ibrahim descreveu o trabalho de Padre Botros. Ele é um clérigo de barba e óculos que ostenta uma grande cruz de madeira, e sua especialidade é examinar “aspectos pouco conhecidos e constrangedores da lei e da tradição Islâmica”, escreve Ibrahim. Por ser capaz de falar e ler árabe clássico, Botros pode “denunciar ao muçulmano médio as discrepâncias” e o que Ibrahim chama de “afrontas ao senso comum moral encontradas” nos ensinamentos Islâmicos. A TV por satélite e a Internet significam que Butros pode questionar os ensinamentos do Islã em árabe – a língua de 200 milhões de muçulmanos – sem medo de reprise.

Inspirando-se no método socrático, Botros faz perguntas como : “As mulheres são inferiores aos homens no Islam ?” “Maomé realmente disse que macacas adúlteras devem ser apedrejadas ?” e “A Charia realmente ensina que as mulheres devem amamentar homens estranhos?”

Botros cita capítulo e versículo, por assim dizer, de fontes islâmicas, e então polidamente convida estudiosos islâmicos a responderem. “Mais freqüentemente do que se espera”, escreve Ibrahim, “a resposta é um silêncio ensurdecedor”. Pior, doutores em religião foram às vezes obrigados a concordar com Botros – “o que levou a alguns momentos engraçados (e constrangedores) ao vivo na TV do mundo árabe.”

Naturalmente, isso enlouquece os sheiks – o que é provavelmente a razão de haver um boato de que sua cabeça vale $ 5 milhões de dólares.O objetivo maior de Botros é “trazer os muçulmanos do legalismo morto da Charia para a espiritualidade do cristianismo”. Assim fazendo, ele não só está salvando almas, mas cortando pela raiz o Islã radical.

O que os críticos do Ocidente não conseguem entender, diz Ibrahim, é que o Ocidente não vai conseguir desbancar o Islã radical oferecendo aos muçulmanos democracia, capitalismo, secularismo, materialismo, feminismo, ou qualquer outro “ismo”. Em vez disso, devemos oferecer a eles “algo teocêntrico e espiritualmente satisfatório”.

Por isso, no fim de cada programa, Botros lê um trecho Bíblico e convida seus ouvintes a seguir a Cristo. Seu sucesso nessa empreitada é reconhecido por nada mais nada menos que a Al-Jazeera, que reclama da “cruzada evangelística sem precedentes” de Botros no mundo muçulmano.

Botros mostra um ótimo exemplo do porque nós cristãos devemos aprender sobre nossa própria doutrina, bem como as de outras religiões: para que possamos, com amabilidade, argumentar com as pessoas e trazê-las para o Reino de Deus.

 

 

Por Chuck Colson 

Tradução: Maite Tosta

Fonte: BreakPoint.org

 

COLSON, Chuck. Apostolado Veritatis Splendor: PERGUNTAS DIFÍCEIS PARA O ISLÃ. Disponível em http://www.veritatis.com.br/article/5123. Desde 15/10/2008.

 

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: