Publicado por: marcospauloteixeira | Março 12, 2010

JESUS É O ÚNICO INTERCESSOR?

JESUS É O ÚNICO INTERCESSOR?

Observando os escritos no muro de uma “igreja” protestante num bairro vizinho ao que moro‚ vi a seguinte passagem bíblica: “Porque há um só Deus e há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo‚ homem…” (I Tim 2‚5).

 

Qual a finalidade de escrever um versículo como esse no muro da avenida mais movimentada do bairro?

Vamos para as hipóteses:

A)    Eles amam tanto à Deus que resolveram escrever que Jesus é o único mediador do homens;

B)     Para afrontar os católicos que recorrem à intercessão dos santos.

 

Eu aposto na letra B.

 

Vamos responder!

A frase bíblica é verdadeira‚ mas o oposto‚ interpretado pelos protestantes‚é falso.

A VERDADE: JESUS É O ÚNICO MEDIADOR.

MENTIRA: Que o significado da palavra “mediação” em 1 Tim 2‚5 seja a mesma coisa que “interceder por” ( no sentido de pedir por outro).

 

Vejamos.

Jesus é Deus. Ele pode todas as coisas‚ mas a história da Salvação nos mostra que ELE preferiu usar intermediários para realizar o seu plano de Salvação.

 

Nas bodas de Caná‚ é indiscutível que a intenção de Jesus  era a de não realizar milagre naquele casamento‚ mas pelo pedido de Maria‚ Jesus assim o fez. Confiram em Jo 2‚ 3-5.

 

Jesus‚ mesmo sendo Deus e único mediador entre o homem e Deus Pai‚ quis deixar intermediários‚ os apóstolos. O que dizer da frase de Jesus: “Quem vos ouve‚ a Mim ouve”?  E essa: “A quem pedoardes os pecados‚ eles serão perdoados‚ aqueles a quem retiverdes os pecados‚ ser-lhes-ão retidos”( Jo 20‚ 23).

 

Se Deus usou intermediários para chegar ao homem, por que o oposto é falso?  Lembro-me da mulher da Fenícia que pedia diretamente a Jesus que curasse a sua filha‚ mas Jesus não a atendia. Mas quando os apóstolos pediram por ela‚ Jesus os atendeu e depois atendeu a mulher.

 

Os protestantes esquecem da Mediação de Moisés. Num episódio‚ Coré‚ Datan e Abiron quiseram tratar diretamente com Deus‚ sem a intercessão de Moisés‚ e por isso foram punidos por Deus.

 

Veja agora essa passagem bíblica: “Ide a meu servo Jó e oferecei um holocausto por vós; e o meu servo Jó orará por vós, e admitirei propício a sua intercessão” (Jó 42, 8).

 

Deus sempre se agradou da oração dos justos‚ dos santos‚ de seus amigos.

 

Se Jesus é único mediador‚ então por que São Paulo ensina que devemos orar pelos outros?

Acima de tudo, recomendo que se façam súplicas, pedidos e intercessões, ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranqüila, com toda a piedade e honestidade.” (1Tim 2,1)

 

Complicou? Não.

Então como entender o versículo 1 com o versículo 5?

 

A mediação tratada em 1Tm 2‚5 refere-se a nova e eterna Aliança. Cristo reconciliou o homem (vítima do pecado original) com  Deus. Só ele pode fazer isso! Nesse sentido‚ Cristo é o único mediador! Portanto‚ a exclusiva mediação de Cristo refere-se à Justificação do homem.

 

E como é a natureza da mediação dos santos?

Essa mediação  refere-se a providência de Deus em favor de nosso semelhante.

 

Veja então que 1 Tm 2‚5 não contraria a mediação dos santos!

 

Continuando a análise. Há alguns que afirmam que os santos não podem interceder porque após a morte não há consciência.

Para afirmar isso usam passagens do Eclesiastes.

 

“Com efeito, os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem mais nada; para eles não há mais recompensa, porque sua lembrança está esquecida” (Ecl 9‚5)

 

“Tudo que tua mão encontra para fazer, faze-o com todas as tuas faculdades, pois que na região dos mortos, para onde vais, não há mais trabalho, nem ciência, nem inteligência, nem sabedoria.” (Ecl 9‚10)

 

Como na Bíblia não existe contradições‚ vamos confrontar essas duas passagens de Eclesiastes com outras. Vejamos:

 

“Debaixo da terra se agita a morada dos mortos‚ para receber-te à tua chegada; despertam em tua honra as sombras dos grandes‚ e todos os senhores da terra‚ e levantam-se de seus tronos todos os reis das nações.” (Is 14‚ 9-10)

 

“É neste mesmo espírito que ele foi pregar aos espíritos que eram detidos no cárcere‚ àqueles que outrora‚ nos dias de Noé‚ tinham sido rebeldes” (1Pd 3‚ 19)

 

“Eis que apareceram Moisés e Elias conversando com ele.” (Mt 17‚3). 

 

Observem meus amigos‚ como podem mortos conversar com Jesus (Moisés e Elias)? Por que Jesus foi pregar aos espíritos no cárcere da morte se eles não tem ciência‚ inteligência ou sabedoria?

 

Será que o livro sagrado está errado? Ou será que‚ mais uma vez‚ os protestantes interpretaram as sagradas escrituras erroneamente?

 

Vejamos mais:

 

“Quando recebeu o livro‚ os quatro Animais e os vinte e quatro Anciãos prostraram-se diante do Cordeiro‚ tendo cada um uma cítara e taças de ouro cheias de perfume (que são as orações dos santos)” (Ap 5‚8).

 

Como os santos podem orar‚ se sua lembrança está esquecida? Parece uma contradição! Mas não é!

 

Analise ainda:

“Depois disso‚ vi uma grande multidão que ninguém podia contar‚ de toda nação‚ tribo‚ povo e língua: conservavam-se em pé diante do trono e diante do Cordeiro‚ de vestes brancas e palmas na mão‚ e bradavam em alta voz: “A salvação é obra de nosso Deus‚ que está assentado no trono‚ e do cordeiro.” (Ap 7‚9-10)

 

“Quando abriu o quinto selo‚ vi debaixo do altar as almas dos homens imolados por causa dos homens imolados por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho de que eram depositários. E clamavam em alta voz‚ dizendo: “Até quando tu‚ que és o Senhor‚ o Santo‚ o Verdadeiro‚ ficarás sem fazer justiça e sem vingar o nosso sangue contra os habitantes da terra?” (Ap 6‚ 9-10)

 

Essas passagens são claras e mostram que os mortos santos não estão dormindo.

 

Agora vamos entender as passagens do Eclesiastes:

“Com efeito, os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem mais nada; para eles não há mais recompensa, porque sua lembrança está esquecida” (Ecl 9‚5)

 

“Tudo que tua mão encontra para fazer, faze-o com todas as tuas faculdades, pois que na região dos mortos, para onde vais, não há mais trabalho, nem ciência, nem inteligência, nem sabedoria.” (Ecl 9‚10)

 

Como a Bíblia não pode se contradizer‚ afirmar que Ecl 9 fala que os santos não podem interceder‚ é o mesmo que negar as passagens Is 14, 9-10; 1Pd 3,19; Mt 17,3; Ap 5,8; Ap 7,10; Ap 6,10.

 

As passagens de Eclesiastes não estão falando do estado mental dos mortos‚ mas sim da condição espiritual em que se encontram por causa do lugar em que se encontram. Esses mortos de Eclesiastes 9 morreram na inimizade com Deus‚ logo‚ não pode ser aplicado para os que morreram na graça de Deus.

 

A morte na inimizade com Deus priva a alma da sua Graça. Tem algo pior que isso? Existe algo pior do que ser privado da graça de Deus após a morte? Claro que não! Nesse sentido‚ se entende o que o autor do livro sagrado Eclesiastes quis dizer.

 

“… pois que na região dos mortos‚ para onde vais‚ não há mais trabalho‚ ciência‚ nem inteligência‚ nem sabedoria” . Os que morreram na graça (os santos) não estão na região dos mortos. Por isso que eles podem clamar a Deus por Justiça. Cf Ap 6‚ 9-10. 

 

Mudando um pouco de foco. Lembro-me daqueles que dizem que os santos não podem ouvir as orações dos que estão na terra porque não são oniscientes e nem onipresentes.

 

Para responder essa indagação‚ precisaria entrar em outro assunto mais profundo que é a comunhão dos santos (que deixarei para outro artigo).

 

São Paulo nos ensina que a Igreja é o corpo de Cristo. Se entrarmos nesse corpo (pelo batismo)‚ seremos para sempre parte dele‚ mesmo após a morte. Paulo tem essa convicção:Agora me alegro nos sofrimentos suportados por vós. O que falta às tribulações de Cristo, completo na minha carne, por seu corpo que é a Igreja” (Col 1‚24)

Ainda fala mais: assim nós, embora sejamos muitos, formamos um só corpo em Cristo, e cada um de nós é membro um do outro”(Rm 12‚5) 

 

É lógico pensar que nós e os santos fazemos parte do mesmo corpo‚ e nem mesmo a morte pode nos separar dele (o corpo de Cristo). Se um santo ouve a nossa oração‚ com certeza não é por ser oniciente‚ mas sim por participar do corpo de Cristo. Para um Deus que criou do nada‚ o tudo‚ isso não seria uma das tarefas mais difíceis para Ele.

 

Os mais radicais ainda afirmam que não podemos dirigir  nossas orações aos santos‚ pois contraria a Bíblia quando proibe a evocação dos mortos.

 

Uma das passagens mais usadas por protestantes é essa: Não se ache no meio de ti quem pratique a adivinhação, o sortilégio, a magia, o espiritismo, a evocação dos mortos: porque todo homem que fizer tais coisas constitui uma abominação para o Senhor” (Dt 18, 9-14)

 

E essa também: Não se ache no meio de ti quem pratique a adivinhação, o sortilégio, a magia, o espiritismo, a evocação dos mortos: porque todo homem que fizer tais coisas constitui uma abominação para o Senhor” (Dt 18, 9-14)

 

Bom‚ dos textos acima‚ vimos que realmente Deus abomina a evocação dos mortos. Mas‚ há diferença entre evocar os mortos e pedir intercessão aqueles que estão com Deus?

 

Sim‚ existe muita diferença.

 

Vamos conceituar as coisas!

 

Evocar significa um pedido para que a alma de um defunto apareça e se comunique com os vivos. Deus proibe isso! A intercessão difere totalmente da evocação‚ pois não estamos pedindo para bater um papo com a alma do santo a fim de obter algum tipo de informação‚ tipo como ganhar na mega-sena.        O pedido de intercessão é como se fosse uma carta com súplicas que entregamos nas mãos daqueles que estão com Deus‚ para que roguem por nós‚ do mesmo modo que os santos fizeram no livro do apocalipse.

 

Em suma‚ a proibição da prática do espiritismo não se aplica a intercessão dos santos.

 

Há alguns que rebatem dizendo que os santos do apocalipse estão rezando por eles mesmos. Porém pergunto: Por que estariam rezando por eles mesmos se já estão salvos? Há algo para se ganhar depois de alcançar o céu? Mesmo assim‚ teria os mortos impedimento de rezar pelos que estão na terra?

Em Jeremias encontramos essa passagem:

“Disse-me, então, o Senhor: Mesmo que Moisés e Samuel se apresentassem diante de mim, meu coração não se voltaria para esse povo. Expulsai-o para longe de minha presença! Que se afaste de mim!” (Jr 15,1).

Moisés e Samuel já estavam mortos‚ então qual o sentido desse versículo se Moisés e Samuel não pudessem interceder pelo seu povo?

Vou parar por aqui‚ pois o texto já está longo. Mas poderia acrescentar também os depoimentos dos primeiros cristãos do primeiro século‚ que mostravam que na Igreja primitiva‚ a doutrina da intercessão dos Santos já estava sedimentada.

 Por exemplo cito Orígenes (185-254 d.C)

“O pontífice não é o único a se unir aos orantes. Os anjos e as almas dos justos também se unem a eles na oração.”

 Diante do exposto‚ a Intercessão dos Santos não é invenção da Igreja Católica‚ mas sim uma doutrina apostólica com embasamento também no antigo testamento e‚ por fim‚ querida por Deus.

Marcos Paulo Teixeira


Responses

  1. [...] DULIA‚ do grego douleuo‚ que significa honrar. No catolicismo esse culto foi reservado aos primeiros pais e santos. Aqueles a quem  devemos imitar e pedir intercessão. Ver artigo (https://marcospauloteixeira.wordpress.com/2010/03/12/jesus-e-o-unico-intercessor/) [...]

  2. Jesus é o unico mediador e ponto ,e eu aceito o debate por e-mail

    • Jesus é o único mediador e ponto?
      Leu o texto?
      Comente-o!

  3. Prezado irmão Marcos Paulo, achei esse tema muito relevante para uma conversa à luz das sagradas escrituras. Quando quiser podemos conversar sobre esse assunto.

    • Estou a sua disposição!

  4. meu amigo va estudar mais a biblia antes de escrever tudo isso e postar no site. jesus te ama e tem um plano em sua vida

    • Comenta cara… já q vc é tão estudioso, responde as exposições do texto.
      Aposto q vc nem leu!! Típico de protestante cego que se acha dono da verdade.

      Não vou ficar debatendo o amor de Jesus aqui, pois sei q ele me ama sim.

      abraços

  5. Boa noite irmão Marcos,

    Meu nome é Wládmir, sou católico, e gostei muito da sua exposição acerca da intercessão. Gostaria de sua autorização para usar esses argumentos explanados em uma situação parecida, quando muitos protestante surgem com os mesmos e (batidos) argumentos. Aguardo contato.
    Um abraço,

    Wlad.

    • Olá Wladmir, a paz!!
      Você pode utilizar sim esse texto para a defesa da fé.
      Deus te abençoe!

  6. Obrigado, amigo, pela autorização. Tenho vontade e necessidade de aprender muito sobre a nossa Igreja (a verdadeira Igreja de Cristo), principalmente para combater acusações dos hereges protestantes. O meu email está cadastrado nesse seu blog. Gostaria muito de manter contato com vc para tirar muitas dúvidas.
    Obrigado,
    Wlad.

    • Bom dia Wladmir!!
      Pode contar comigo para o que precisar!!
      Deus o abençoe!

  7. cara vc ou é doido ou burro ou as duas coisas ao mesmo tempo.
    oque derruba a palavra de um catolico não são os crentes e sim a bíblia.
    os catolicos pregam suas palavras propia os crentes pregam a bíblia que é a palavra de Deus.
    olha eu não sou crente não sou protestante mais vejo que eles estão com toda razão

    • Olá Weverton, não posso responder no mesmo tom com que vc me escreve, pois a caridade cristã não me permite.
      Suas palavras mostram um profundo desconhecimento da palavra de Deus. A bíblia não pode derrubar a palavra de um católico pelo simples motivo de que as sagradas escrituras foram catalogadas com base na sagrada tradição. Foi difícil entender? Imagino! até o século XVI, não existia a bíblia como vc conhece. O que existia era uma biblioteca misturada de livros inspirados e não inspirados. E como foi discernido quais seriam os livros inspirados ou não inspirados? É… foi com base na tradição apostólica que vc rejeita e pior do que isso: Não a conhece!

      Não seria mais justo conhecer primeiro para debater? Não estaria eu com vantagem ao tentar debater com alguém que nunca leu os escritos da Igreja primitiva?

      E outra coisa, se vc chegou a conclusão que os protestantes estão com a razão, pq vc não está lá com eles? Por que não escolhe uma das milhares denominações e começa a pagar o dízimo do seu salário e também aproveita para se tornar obreiro?

      Eu estudei o protestantismo e por isso discuto o seus erros… Vc não sabe nada do catolicismo e quer discutir! Pois bem… estou a sua disposição!

  8. vem pra cá pra gente fazer um debate mesmo eu não sendo crente eu mostro que vc estar errado.
    infelismente esse seu tema é um tema fraco pos não tem fatos.
    oqui vale a a bíblia amigo.
    oqui vale é a palavra de Deus e não as palavras de vocês ou dos crentes.
    eu tenho pena da tão grande falta de conhecimento

    • Ir pra onde?
      Eu já debati com muitos protestantes aqui… mas agora só aceito o debate com uma condição, que o meu opositor conheça qual é a verdadeira fé da Igreja e só depois a critique.
      Por exemplo… eu conheço a doutrina protestante de lutero do não apagamento das faltas no batismo, por isso a critico. Conheço a doutrina protestante da salvação exclusiva pela fé, por isso a critico.
      Entendeu? É preciso vc primeiro conhecer para criticar… não adianta falar que a Igreja Católica é isso ou é aquilo sem ter o conhecimento da sua doutrina. Isso é ser honesto!

      Para nós Católicos, a Bíblia é a palavra de Deus, porém não é a única fonte de revelação. A Sagrada Tradição que veio antes da bíblia é uma fonte e os pronunciamentes do sagrado magistério também… então meu amigo, não somos a religião do livro como os protestantes são. Não queiram que depois de 2000 anos possamos mudar a doutrina apostólica para se igualar aos protestante. Primeiro teríamos que trair a Deus! E isso não podemos fazer.

      Dispenso suas “penas”… !

  9. outra coisa.
    vocês fazem cultos missas que é a mesma coisa a maria e a outros santos e homem que não mais intercede por ninguem de acordo com a palavra,onde na terceira tentação de cristo ele fala para o diabo que somente ao senhor teu Deus prestaras cultooooooooo.
    lê láaaaaaa e mim prova ao contrario.

    • Não iguale a nossa Santa Missa aos cultos que vcs fazem por aí… Toda forma de devoção católica é dirigida ao Pai, por Cristo e no Espírito. Mas a Santa Missa é diferente pois há o santo sacrífico de Cristo que se renova no altar.
      O demônio tentou a Jesus para que este o adorasse, porém Jesus responde que só a Deus prestarás culto. E que culto? De adoração é claro! Só adoramos a Santíssima trindade, e ponto final.

      As outras formas de devoção como um terço, uma novena, é antes de tudo, ao PAI, com a intercessão daqueles que tiveram virtudes dignas de santidade. Basta ler o texto.

      Ta vendo como vc disconhece as coisas!! Vc escreveu que fazemos missa a Maria! Tudo bem que vc critique, mas ao menos conheça. A Santa Missa é um oferecimento do santo Sacrifício de Cristo ao Pai.

      • Fui catolica ate meus 33 anos, ia as missas todos os domingos, celebrava culto dominical nas comunidades, fui catequista, fazia novenas de natal, etc.ate que um dia fui convidada pra ir em uma igreja evangelica, la pude sentir Jesus me tocando era como se fosse transportada para um mundo de luz, os dedos dele tocou os meus olhos e eu entendi que la verdadeiramente estava o que eu buscava com tanto fervor na igreja catolica e nunca encontrei, vc pode ir todos os dias de sua vida la, mas certamente não verá o que eu vi em 2 horas de um culto de domingo em uma Igreja Evangelica.Eu voltaria ser catolica se jogassem aquele monte de papel fora e seguissem a Biblia.somente a palavra.Religiao, crendices, costumes não salvão, só afundão e nos levam a uma vida de engano.Que Jesus lhes abençoem.

      • Marlene, eu confesso que nunca poderei ver numa igreja protestante o que veja na Igreja Católica: Jesus vivo presente na Eucaristia, o Santo Sacrifício da Missa, os pecados mortais perdoados pela confissão, a legítima sucessão apostólica, a doutrina da Igreja Primitiva intacta etc…

        Não como era a sua comunidade, quando eras católica, mas a verdade é que vc nunca experimentou Jesus na Eucaristia e, muito menos, compreendeu.

        O que chama de monte de Papel? A sagrada Tradição? Você pode não saber, mas foi pela Sagrada Tradição que a Bíblia foi compilada, logo se jogar a Sagrada tradição fora, estaremos jogando também a Bíblia fora.

        Você acabou jogando fora Tobias, Judite, Sabedoria, Baruque, Eclesiástico, 1 e 2 Macabeus, além de Ester 10,4-16,24 e Daniel 3,24-90 e 13-14.
        E ainda vem me dizer seguir a Bíblia.

        Você está completamente enganada! Como vc existem milhares de Catequistas que não conhecem a doutrina Católica Tradicional e ficam ensinando baboseiras as crianças e jovens.

  10. Boa tarde amigo Marcos!? Irmão, se vc tiver um tempinho (sei que a vida é uma correria) de me explanar sobre a comunhão dos Santos. Gostaria de aprender por dois motivos: primeiro para enriquecer o conhecimento e segundo para contra-argumentar os protestante que dizem que os Santos não podem ouvir as orações por intercessão por estarem mortos ou (aqueles que até aceitam que eles estão junto a Deus) por não serem oniscientes e onipresentes. Não tenha pressa. Quando tiver tempo, aguardo ansioso a explanação!

    Obrigado irmão e fique com Deus,

    Wládmir.

  11. [...]  Obs: Já adiantando, pois sei que os leitores protestantes pedirão fundamentação bíblica do purgatório, já gostaria de indicar esse texto disponível em https://marcospauloteixeira.wordpress.com/2008/12/13/deve-se-acreditar-no-purgatorio/ , também um texto sobre a intercessão dos santos disponível em https://marcospauloteixeira.wordpress.com/2010/03/12/jesus-e-o-unico-intercessor/. [...]

  12. Minha nossa, não aguento mais estas discussões que não levam a nada… ainda existe blog rodando em círculos?
    Parem de explicar o óbvio, saiam de suas casas, abandonem as discussões teológicas inúteis e vão praticar a verdadeira religião, como diz no livro de Tiago “ajudar órfãos e viúvas”.
    Não sou católica nem protestante, mas se em um livro está escrito que ovo é ovo, é porque é ovo e não queijo. Se está lá UM mediador então pronto, chega de nhem nhem nhem tentando achar um monte de justificativa,
    Fala sério, por isso que as igrejas são desacreditadas, por se perder tempo com coisas que não transformam o mundo.

    • Olá Iris… não aguenta mais estas discussões ou não aguenta discussões? Há diferenças!! Nem todo mundo gosta de pensar. Há aquele que preferem não saber o que vem dentro do sanduíche.
      Se pra vc a verdadeira religião é ajudar órfãos e viúvas, então vc pode tornar-se católica só por isso. A Igreja Católica é a maior obra de Caridade do mundo. Em mais de 2000 anos ninguém fez mais pelos pobres na história. Na época em que a lepra foi um grande mal, na Europa e Ásia haviam 3000 leprosários católicos. Em muitos paises africanos as escolas e hospitais são matidos pela Igreja Católica. A Igreja educou mais crianças do que qualque outra instituição educativa ou religiosa.

      25% das obras que cuidam de aidéticos em todo o mundo são mantidas pela Igreja Católica.

      Incontáveis hospitais, sanatórios, escolas para crianças carentes, asilos, creches etc espalhadas em todo o mundo!

      Durante 2000 anos, 20 séculos de existência, ninguém como a Igreja socorreu tanto os pobres, órfãos, viúvas e doentes, como ainda hoje fazem, por exemplo, as irmãs de Madre Teresa de Calcutá.

      É inegável, nenhuma instituição no mundo ocidental fez e faz tanta caridade como a Igreja Católica, infelizmente isto parece não ser importante para os insistem em difamar a Igreja.

      Sobre a questão da Mediação de Jesus, a coisa não é tão simples quanto o “ovo”. Só uma sugestão:leia o texto!

  13. Com base no que li a respeito de mediação,intercessão vejo da seguinte forma…concordo que Deus usou de varias pessoas em meio a salvação do mundo,mas eram pessoas vivas,capazes de fazerem algo,depois de mortas nada podem fazer,até por que santo é todo aquele que deixou de viver da carne pra viver do espirito,e eles estão salvos sim mas jamais poderiam interceder por alguém,pois quem morreu por nós e ressuscitou e subiu ao céu foi Jesus,respeito a todos,principalmente Maria que foi mãe de Jesus,e aos demais também…mas toda honra,toda glória seja dada somente aquele que morreu por nossos pecados!

    • Ester… com base no que vc leu a respeito do assunto vc ver da seguinte forma! Não minha cara, não é assim. É preciso ter mais bibliografia pra afirmar alguma coisa.

      É claro que alguém que está vivo diante de Deus pode sim pedir por nós. Veja: “Quando abriu o quinto selo‚ vi debaixo do altar as almas dos homens imolados por causa dos homens imolados por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho de que eram depositários. E clamavam em alta voz‚ dizendo: “Até quando tu‚ que és o Senhor‚ o Santo‚ o Verdadeiro‚ ficarás sem fazer justiça e sem vingar o nosso sangue contra os habitantes da terra?” (Ap 6‚ 9-10)

      Agora, os que estão mortos diante de Deus… esses sim não podem: “Tudo que tua mão encontra para fazer, faze-o com todas as tuas faculdades, pois que na região dos mortos, para onde vais, não há mais trabalho, nem ciência, nem inteligência, nem sabedoria.” (Ecl 9‚10)

      Da próxima vez leia o texto até o fim.

  14. Quem foi anunciado?
    Quem sofreu na carne?
    Quem derramou o sangue?
    Quem foi crucificado?
    Quem ressucitou?
    Quem andou em um corpo glorificado na terra?
    Quem ascendeu aos céus?
    Quem está assentado a direita de Deus?
    Você acredita no arrebatamento?
    Quem ressucitará primeiro?
    A oração que chega até Deus, é dos que morreram, ou da geração dos que creram?
    Aliás, vc já definiu todas as suas convicções, ou vc ainda acha que além de ensinar pode aprender?
    Afinal, vc ainda reflete nas escrituras?
    Finalemente Crer em Jesus, como único intecessor, para vc parece heresia?

    Faço essas questões porque quero aprender, e, neste momento, avaliar a sua forma de compreensão.

    Lógico, que querendo a salvação, minha e sua.

    Franco Laus

  15. Querido irmão.

    Os sacerdotes eram mediadores entre o povo e Deus. Os sacerdotes ofereciam sacrifícios a Deus em favor das pessoas. Isso não é mais necessário. Por causa do sacrifício de Jesus, nós podemos agora nos aproximar do trono de Deus com confiança (Hebreus 4:16). O partir em dois do véu do templo na morte de Jesus foi o simbolismo de que o muro entre Deus e a humanidade havia sido destruído. Nós podemos nos aproximar de Deus diretamente, nós mesmos, sem o uso de um mediador humano, muito menos de um morto. Por quê? Porque Jesus Cristo é o nosso sumo sacerdote (Hebreus 4:14-15;10:21), e o único mediador entre nós e Deus (1 Timóteo 2:15).

    Tenho conhecimento nas Escrituras para debater opniões opostas sobre purgatório, confissão de pecados, santos, batismo, sucessão apostólica etc etc… Basta querer.

    Que a Paz e Graça esteja com você, Shalom!

  16. romanos 8 ;26 e 27 le la meu amigo e ve quem e o intercessor entre DEUS e os homens,ta bom se vc querer converçar sobre alguma coisa meu msn e adrianoroxavier@hotmail.com.um abraço

  17. Boa tarde, acho que em primeiro lugar Jesus era educado com todos, ouviam a todos e ajudava a quem precisasse, não escolhia lugar, horário ou pessoas, se começarmos a praticar Jesus Cristo seriamos como ele queria que fossemos, Santos, não um ou outro, mas sim todos. Acho eu, que ele deve estar muito triste, não somente neste pequeno site que foi colocado aqui, mas sim em todo o mundo, pois nesse pequeno tema colocado, já foi colocado pessoas umas contra as outras imaginem no mundo o que deve ter de brigas, conflitos em nome dele, isso porque nem foi ele que inventou a igreja, pois como não tenho muito conhecimento bíblico, ele não disse, olha meus filhos, inventem uma igreja e briguem um contra os outros para que aceitem o que eu digo. Pelo que sei, Jesus foi morto por pessoas que não aceitavam o que ele queria, ele não brigou e nem obrigou as pessoas que o seguiam a lutarem por eles, simplesmente ele somente os respeitou e deu o livre arbítrio, então ao invés de ficarem discutindo tente praticar o que é certo para Jesus e não entristecer Jesus usando seu nome para ofender o seu irmão, pratique a vontade de Deus, todas as “igrejas” pregam coisas boas. Se uma acredita em santo porque acha que esta na bíblia, vai ser uma outra igreja que vai acabar a crença deles que duram anos e anos, aprenda a respeitar, não acredite, mas respeite, Jesus fez isso. Traduza um texto imenso do inglês para o português que irá ter muita diferença, ou você já foi criança e brincou de telefone sem fio, lembra quando começava com uma frase e o que chegava no final. Assim foi a bíblia, mas a fé em Jesus que é mais importante, na época de Jesus não havia igreja, era templo, mas o maior templo ou igreja que temos é a nossa casa, onde pedimos e agrademos de manhã e agradecemos e pedimos quando nos deitamos, se você se sente bem indo a igreja, mas lembre-se de falar de Jesus e praticar suas vontades não somente aos domingo, ou nos dias de culto, mas sim todos os dias em qualquer lugar, Jesus fazia isto, não tinha dia especifico para atender alguém e muito menos horário.
    Sempre que ver uma pessoa, seja qual for esta pessoa, veja sempre Cristo nela, ela se tornará a melhor pessoa do mundo. Perante Jesus todos eram filho de Deus. Não crie seus filhos para o mundo como dizem, criem para Deus, o mundo infelizmente não toma conta, mas Deus estará sempre com ele. Tudo esta perfeito quando for feito com a vontade de Deus, pois a perfeição vem com Deus, mas somos carne, então estaremos todos os dias buscando a perfeição. Quando se sabe algo e não pratica, cai no esquecimento, então, pratique todos os dias as vontades de Deus.

  18. agora é o própio Deus que intercede por nós, diferente do antigo testamento onde o sacerdote que tinha que interceder..

    • Deus precisa interceder? Márcio, pense um pouco. Jesus é Deus. A sua mediação junto ao Pai não é de intercessão e sim de Mediação.

  19. Jesus é bem claro em dizer que é o único intermediário entre Deus e os homens. Nas passagens bíblicas supracitado como os casos dos apóstolos, de Maria, de Moises, de Jó, etc. Não se esqueça que todos eles estavam na qualidade de homens (humanidade). Enquanto homens Deus nos oriente que devemos orar uns pelos outros. Isso porque Deus trabalha com vivo e não com morto. Todas as vezes que Jesus nos ensina a orar ele manda nós pedir ao Pai em seu nome.


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Categorias

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: