Publicado por: marcospauloteixeira | Dezembro 11, 2010

Decreto contra o Comunismo

Decreto contra o Comunismo

Prezados, segue abaixo o decreto contra o comunismo de 1949. Nenhum comunista deve se incomodar com isso! Deve apenas respeitar a opinião dos outros, assim como respeito a quem queira seguir o comunismo. Não é verdade que os comunistas atacam a Igreja nas universidades, escolas e na própria Igreja? Qual o comunista que nunca atacou a Igreja Católica? Pois bem, então não precisam se incomodar com isso se vc for apenas comunista.   Porém, há problema para aqueles que querem seguir o comunismo e o catolicismo ao mesmo tempo, pois ambos são inimigos! Não há conciliação entre a teoria marxista e os ensimamentos que Jesus deu à sua Igreja, como já escrevi em vários outros textos aqui.

Logo abaixo segue a tradução.

Decreto contra o comunismo

Decreto do S. Ofício, 28 jun. (1º jul.) 1949.

Papa Pio XII

Ed.: AAS 41 (1949) 334.

Qu.: 1. Utrum licitum sit, partibus communistarum nomen dare vel eisdem favorem praestare.

2. Utrum licitum sit edere, propagare vel legere libros, periodica, diaria vel folia, quae doctrinae vel actioni communistarum patrocinantur, vel in eis scribere;

3. Utrum christifideles, qui actus, de quibus in n. 1 et 2, scienter et libere posuerint, ad sacramenta admitti possint;

4. Utrum christifidelis, qui communistarum doctrinam materialisticam et antichristianam profitentur, et in primis qui eam defendunt vel propagant, ispo facto, tamquam apostatae a fide catholica, incurrant in excommunicationem speciali modo Sedi Apostolicae reservatam.

Resp. (confirmata a Summo Pontifice, 30. Iun.):

Ad. 1 Negative: Communismus enim est materialisticus et antichristianus; communistarum autem duces, etsi verbis quandoque profitentur se religionem non oppugnare, re tamen, sive doctrina sive actione, Deo veraeque religioni et Ecclesiae Christi sese infensos esse ostendunt.

Ad 2. Negative: Prohibentur enim ipso iure (cf. CIC, can. 1399).

Ad 3. Negative, secundum ordinaria principia de sacramentis denegandis iis, qui non sunt dispositi.

Ad 4. Affirmative.

* * *

Perguntas: 1. É permitido aderir ao partido comunista ou favorecê-lo de alguma maneira [cf adiante o decreto de João XXIII]?

2. É permitido publicar, divulgar ou ler livros, revistas, jornais ou tratados que sustentam a doutrina e ação dos comunistas ou escrever neles?

3. Fiéis cristãos que consciente e livremente fizeram o que está em 1 e 2, podem ser admitidos aos sacramentos?

4. Fiéis cristãos que professam a doutrina materialista e anticristã do comunismo, e sobretudo os que a defendem ou propagam, incorrem pelo próprio fato, como apóstatas da fé católica, na excomunhão reservada de modo especial à Sé Apostólica?

 

Respostas (confirmadas pelo Sumo Pontífice 30/06):

Quanto ao 1.: Não; o comunismo é de fato materialista e anticristão; embora declarem às vezes em palavras que não atacam a religião, os comunistas demonstram de fato, quer pela doutrina, quer pelas ações, que são hostis a Deus, à verdadeira religião e à Igreja de Cristo.

Quanto ao 2.: Não, pois são proibidos pelo próprio direito (cf. CIC, cân. 1399).

Quanto ao 3.: Não, segundo os princípios ordinários determinando a recusa dos sacramentos àquele que não têm a disposição requerida.

Quanto ao 4.: Sim.

(Fonte: Denzinger-Hünermann, Compêndio dos símbolos, definições e declarações de fé e moral. São Paulo: Paulinas, Loyola, 2007, N. 3865.)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: